Economia

Idanha-a-Nova aponta à economia verde para captar empresas

Diario Digital Castelo Branco | 2017-08-02 08:01:00

O Município de Idanha-a-Nova quer ser um ‘Concelho + Bio’, estimulando a produção biológica e a economia verde e criando condições para a fixação de novas empresas no território.

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, anunciou esta estratégia durante o III Fórum Mundial de Inovação Rural, com a intenção de aderir à rede de ‘bio-distritos’, um projeto inovador com génese em Itália que se tem alargado a vários outros países.

Organizado pelos municípios de Idanha-a-Nova e Moraleja (Espanha), o evento realizou-se de 26 a 30 de julho, em simultâneo com a XXI Feira Raiana, com um conjunto de debates, workshops e uma mostra de 80 empresas e startups inovadoras.

“Recebemos em Idanha-a-Nova vários exemplos do melhor que existe na Europa ao nível da inovação em territórios rurais. Foram apresentados casos de sucesso oriundos de Portugal, Espanha, Itália, França e Alemanha”, referiu Armindo Jacinto.

O Bio-Distrito de Cilento, Itália, foi um dos projetos participantes. O autarca idanhense aponta este projeto “como um bom exemplo do que queremos implementar em Idanha-a-Nova, entre outros projetos que também vão ao encontro da nossa estratégia para promover o desenvolvimento sustentado deste território”.

Os ‘bio-distritos’ ou ‘eco-regiões’ são áreas geográficas onde os agricultores, os cidadãos, os operadores turísticos, as associações e o poder local, assinam um acordo para a gestão sustentável dos recursos locais, partindo do modelo biológico e agroecológico.

Nestas regiões a promoção dos produtos biológicos está estreitamente articulada com a promoção do território e suas mais-valias, para atingir o pleno desenvolvimento das suas potencialidades económicas, sociais e culturais.

A inovação aplicada à ruralidade, a produção biológica e a economia verde foram as temáticas centrais do III Fórum Mundial de Inovação Rural, cofinanciado pelo programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP 2014-2020) e pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2017
Desenvolvido por citricweb.pt