Economia

Castelo Branco: InovCluster tem papel fundamental no apoio às PME para exportar

Cristina Valente | 2017-11-20 07:12:00

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, esteve sábado em Castelo Branco, onde visitou o InovCluster e duas empresas com realidades de exportação muito diferentes, a empresa Pires Lourenço de presuntos e a Centauro.

O governante considerou o InovCluster  uma infraestrutura muito importante para o desenvolvimento da região em particular para o sector agro-alimentar, "nós temos que valorizar as nossas diferenças e elas estão nos produtos que conseguimos produzir com os recursos locais, grande parte desses produtos estão na industria agro-alimentar e só com uma infraestrutura desta natureza é que conseguimos garantir aos consumidores, que os produtos estão em condições e que a segurança alimentar é integralmente assegurada".

Acompanhado nesta visita pelo Presidente da Câmara de Castelo Branco, e também Presidente do InovCluster, Luís Correia, o governante considerou que as Associação e no caso particular do InovCluster tem um papel muito importante no aumento dos números da exportação, "as associações e o InovCluster aqui com ligação às instituições de ensino superior e de investigação tem um papel central".

Brilhante Dias recordou que o país tem exportado mais, vai inclusive bater mais uma vez em 2017 o record de exportação de bens e serviços, "mas precisa de ter mais agentes de exportação e isso passa por envolver mais pequenas e médias empresas, que precisam os agregadores, dos promotores de eficiência coletiva".

As autarquias, como a de Castelo Branco, têm um papel central no desenvolvimento regional e económico. No distrito de Castelo Branco essa é uma importância acrescida, "porque estamos num território de baixa densidade onde existe uma presença muito significativa de pequenas e médias empresas, que precisam de grande agregadores, que estão também no âmbito autárquico".

Eurico Brilhante Dias iniciou esta sua passagem no distrito na sexta-feira com um jantar na Covilhã com empresários, onde deixou palavras de incentivo, "o governo está disponível para alinhar as estratégias e a utilização de recursos públicos com aquelas que são as prioridades das empresas".

Entre as preocupações que ouviu dos empresários, estão as portagens, mas também outras questão mais

"Saio com a ideia de que os empresários perceberam que coletivamente, em conjunto, podemos ser mais fortes e atingir um desidrato que nos deve unir a todos que é fazer com que o país na próxima década possa atingir 50% de exportações no peso do produto interno bruto" afirmou Eurico Brilhante Dias.

Durante a manhã de sábado o governante visitou algumas empresas do Fundão, e depois de ter passado por Castelo Branco, terminou o dia num jantar com empresários do concelho de Proença-a-Nova, promovido pelo autarca João Lobo.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2017
Desenvolvido por citricweb.pt