Educação

Covilhã foi o centro europeu de Ciências Farmacêuticas

Diario Digital Castelo Branco | 2017-08-03 08:17:00

De 23 a 29 de julho, a Covilhã acolheu cerca de 200 estudantes de Ciências Farmacêuticas, provenientes de 24 países da Europa. A 19th EPSA Summer University 2017 foi uma partilha cultural e de conhecimentos, numa organização do UBIPharma (Núcleo de Estudantes de Ciências Farmacêuticas da Universidade da Beira Interior).

Vieram cerca de 200 e de 24 países da Europa, anuncia o urbi.ubi.pt online. Cerca de 200 estudantes de Ciências Farmacêuticas participaram, de 23 a 29 de julho, na 19th EPSA Summer University 2017, um encontro europeu de alunos deste curso, que este ano teve lugar em Portugal, sob a organização do UBIPharma (Núcleo de Estudantes de Ciências Farmacêuticas da Universidade da Beira Interior).

A 19º EPSA Summer University é um dos quatro grandes eventos da EPSA, a Associação Europeia de Estudantes de Farmácia. Este, ao contrário dos outros, é um evento mais informal, onde se aposta mais na componente social.

Este ano, o evento contou com sessões de training (atividades mais práticas de desenvolvimento de competências e ministradas pelos trainers da EPSA, formados pela associação) e workshops(associados a diversas temáticas em torno das Ciências Farmacêuticas e desenvolvidos por oradores convidados) ao longo das manhãs, naquelas que foram as partes mais educacionais.

As tardes e as noites foram preenchidas com eventos mais lúdicos – como convívios no Jardim do Lago e Piscina do Jardim do Lago, visitas à Serra da Estrela ou festas temáticas à noite.

Na quarta-feira, dia 26, a atividade da tarde consistiu numa visita dos alunos ao CICS (Centro de Investigação em Ciências da Saúde), na Faculdade de Ciências da Saúde da UBI. "Numa hora foram mesmo visitar as instalações, na outra hora puderam fazer atividades experimentais. O que eles disseram é que realmente o nosso centro de investigação tem muito material, confere muita autonomia aos estudantes, uma vez que eles lá fora não fazem nem metade das atividades que temos, nem têm os materiais, ou seja, eles ficaram mesmo muito contentes com tudo o que tínhamos ao nosso dispor e, por outro lado, a confiança que nos era dada para fazermos os nossos trabalhos", revela Catarina Ramos, membro do UBIPharma e Educacional Officer no evento.

O dia 27 foi um dia dedicado à sensibilização da população para os perigos da exposição solar, atividade que teve lugar no Jardim do Lago. "Eles adquiriram os conhecimentos de manhã, tivemos o apoio de La Roche-Posay, a professora que deu o workshop foi a Professora Olga Lourenço, que também é uma professora da UBI. À tarde tivemos lá quarenta crianças do Infantário da Imaculada Conceição, conhecido pelo Colégio das Freiras, e aí fizemos tanto rastreios direcionados às crianças como à população que estava na piscina no Jardim do Lago", explica a finalista de Ciências Farmacêuticas. 

Tratou-se de uma Public Health Campaign (PHC), sob o tema “SkinCancer Awareness Campaign”. A escolha deste tema prende-se com o facto de Portugal, especialmente a Covilhã, ter um índice ultravioleta elevado que se encontra maior entre as 12h e as 15h. É a esta hora que muitos dos portugueses e turistas chegam à praia e piscinas, permanecendo aqui o dia todo. A maior exposição ao sol está diretamente relacionada com o melanoma, cuja incidência tem vindo a aumentar no nosso país de forma acelerada.

Por outro lado, esta é uma região que ainda vive da agricultura, onde as pessoas passam muito tempo ao ar livre, estando expostas ao sol nas piores horas de calor. "Na sua rotina diária, as pessoas não usam protetor solar, e uma vez que o bronzeado está associado ao estereótipo de beleza, pretendemos sensibilizar e educar todas as gerações do nosso concelho", refere Catarina Ramos.

À noite houve uma festa temática que, neste caso, ocorre em todos os eventos da EPSA que é a Noite Internacional em que os participantes vestem a roupas características do seu país. Os alunos da UBI vestiram o traje académico e partilharam comida e bebida típicas de Portugal, tal como todos os alunos participantes.

O evento terminou oficialmente com a Noite de Gala, na sexta-feira à noite, dia 28.

Convidada a fazer o balanço da iniciativa, Catarina Ramos considera "um orgulho – para todo o Reception Committee e Helping Committee - poder abraçar o primeiro evento internacional que ocorre para os estudantes de Ciências Farmacêuticas aqui na Covilhã, uma vez que o UBIPharma é um núcleo muito recente e representa mesmo uma pequena percentagem de alunos a nível europeu", lembra. "Para nós foi mesmo muito importante como núcleo tão recente e numa cidade tão pequena ter recebido este grande evento", garante Catarina Ramos.

"Por outro lado, também foi um desafio em termos pessoais e profissionais, uma vez que tivemos muito da nossa vida académica e pessoal mas no final foi muito bom termos o feedback positivo por parte de vários participantes, muitos deles inclusive trocaram bilhetes de comboio para ficar mais tempo, gostaram muito de cá estar. Foi mesmo muito bom e tivemos também muito bom feedback da EPSA Team, que é a equipa de organização mesmo da EPSA, correu mesmo muito bem".

Agradecendo o "apoio da ANF (Associação Nacional de Farmácias)" – o principal patrocinador do evento -, a responsável lembrou a importância da escolha da Covilhã e da UBI para acolher a 19th EPSA Summer University 2017, já que foi uma organização sujeita a concurso. "Isto é um concurso a nível europeu onde são apresentadas várias propostas, mais ou menos um a dois anos antes, e várias associações de países concorrem e depois é selecionado o melhor. Neste caso vencemos nós, o que mesmo para a UBI e para o próprio curso é muito bom, dá uma visibilidade muito grande", considera.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2017
Desenvolvido por citricweb.pt