Educação

Castelo Branco: IPCB com Macau em dose dupla

Diario Digital Castelo Branco | 2018-02-08 06:14:00

No âmbito do alargamento da cooperação entre o Instituto Politécnico de Castelo Branco e o Instituto Politécnico de Macau, Carlos Maia, Presidente do IPCB, integrou a comitiva do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) que, entre 16 e 21 de janeiro, visitou a Região Administrativa Especial de Macau, no sentido de estreitar relações entre as várias instituições portuguesas e o Politécnico de Macau.

Para além da reunião do CCISP, do qual o IP Macau é membro integrante, o Presidente do IPCB teve reuniões com os responsáveis da Instituição, no sentido de alargar a cooperação e também reuniões com os alunos que virão no próximo ano letivo para Castelo Branco. Desde o início do presente ano letivo (2017/18) que estuda no IPCB uma turma de alunos chineses do 2.º ano da licenciatura em Ensino da Língua Chinesa como Língua Estrangeira, estando prevista para o próximo ano letivo (2018/19) a vinda de mais uma turma para frequentar o 2º ano da licenciatura em Português, passando a funcionar os dois cursos em simultâneo no IPCB.

Nesse âmbito, teve lugar na Escola Superior de Educação do IPCB, dia 22 do mês de janeiro de 2018, uma reunião com uma delegação de professores do IP de Macau para organização da vinda da turma de alunos chineses, da Licenciatura em Português, em 2018-2019. 

Participaram nesta reunião, pelo IP de Macau, o Diretor da Escola Superior de Línguas e Tradução do IP de Macau, Professor Luciano de Almeida, a Coordenadora da equipa de pós-graduações da Escola e a Coordenadora do curso de Licenciatura em Português, Professoras Rosa Bizarro e Lola Xavier, e ainda o Coordenador do curso de Licenciatura em Tradução e Interpretação Chinês-Português/Português-Chinês, Mestre Zhang Yunfeng. 

Pelo IPCB, participaram o seu Presidente, Professor Carlos Maia, e os professores João Serrano (Diretor da ESE), Fátima Jorge (Subdiretora da ESE), Valter Lemos (Presidente do CTC), Teresa Gonçalves (Presidente do CP) e Natividade Pires (Coordenadora do curso em Ensino da Língua Chinesa como Língua Estrangeira), sendo estas duas docentes as interlocutoras para a implementação da Licenciatura em Português. 

No entanto, o desafio para 2018-2019 é significativo, com um plano de estudos exigente, incluindo exclusivamente disciplinas na área da língua portuguesa, da cultura e da literatura lusófonas. Para além da professora Yan Zhang, que leciona também algumas disciplinas aos alunos chineses que atualmente estão em Castelo Branco, em 2018-2019 mais um professor chinês lecionará na ESE. 

O sucesso da cooperação que já está a decorrer foi salientado pela delegação de Macau, a qual destacou também a vertente humana na forma de acolhimento dos alunos e da professora chinesa. Este sucesso justifica um outro desafio lançado pelo IP de Macau aos professores da ESE/IPCB: o de se fazer investigação conjunta, financiada pelo GAES- Gabinete de Apoio ao Ensino Superior em Macau, e conduzindo a publicações conjuntas que se preveem para 2019. 

O Presidente do IPCB e a coordenadora do curso em Ensino da Língua Chinesa como Língua Estrangeira, assim como todos os outros elementos presentes na reunião, manifestaram a sua satisfação pelo reconhecimento do trabalho que está a ser desenvolvido.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2018
Política de privacidade e cookies
Desenvolvido por citricweb.pt