Região

Idanha-a-Nova: Toulões vai plantar a Rosa Albardeira pela aldeia

Diario Digital Castelo Branco | 2018-02-12 10:14:00

Toulões, a ‘Aldeia da Rosa Albardeira’, quer trazer esta planta para as ruas, quintais e jardins da localidade, uma iniciativa da Junta de Freguesia de Toulões com o apoio da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Geopark Naturtejo da UNESCO e Sementes Vivas.

O projeto foi apresentado no domingo, 11 de fevereiro, com a distribuição de sementes da Rosa Albardeira (Paeonia broteri) pelos habitantes de Toulões, para plantarem nos seus canteiros, vasos e jardins esta planta endémica da região que cresce nos campos de Toulões, em particular na Serra da Murracha.

“Queremos colocar a Rosa Albardeira, símbolo dos Toulões, ao serviço do desenvolvimento da região”, explicou o presidente da Junta de Freguesia, António Marcelo, enaltecendo o trabalho já desenvolvido: “As equipas do Geopark Naturtejo e da empresa Sementes Vivas, com sede no concelho de Idanha-a-Nova, estão a promover e desenvolver sementes a partir da nossa Rosa Albardeira para garantirmos a preservação desta planta protegida”.

A sessão contou com a presença de Elza Gonçalves, vereadora da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, que realçou a organização da Festa da Rosa Albardeira em Toulões, este ano marcada para os dias 21 e 22 de abril. “Com a plantação de flores na aldeia, a Festa da Rosa Albardeira vai ser ainda mais bonita”, disse, felicitando o trabalho que está a ser realizado.

A temática da Rosa Albardeira, espécie protegida, tem permitido promover Toulões e o concelho de Idanha-a-Nova no país e a nível internacional. Em 2017, esta aldeia foi mesmo convidada de honra no Festival da Peónia, em Lorsch, na Alemanha, onde representou o concelho como território produtivo e destino turístico de excelência.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2018
Política de privacidade e cookies
Desenvolvido por citricweb.pt