País

Epidemia de gripe com tendência decrescente

Diario Digital Castelo Branco/Lusa | 2018-02-09 06:17:00

A epidemia de gripe mantém-se em “baixa intensidade” mas apresenta “tendência decrescente”, quando há uma semana registava “tendência estável”, segundo o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe do Instituto Ricardo Jorge.

A taxa de incidência de síndroma gripal foi de 37,3 por 100.000 habitantes, de acordo com o documento hoje divulgado, e os vírus da gripe do tipo B foram detetados em 76% dos casos.

Apesar de se observar uma diminuição dos vírus da gripe detetados desde a terceira semana do ano, houve um aumento de 6,2% dos internamentos (20 casos) em cuidados intensivos em comparação com o boletim anterior.

Em comunicado, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, refere que, “nos cuidados de saúde primários, o número e a proporção de consultas por síndrome gripal apresentaram, globalmente, uma tendência decrescente, pela quarta semana consecutiva”.

O mesmo comunicado indica que, na última semana, também se verificou uma diminuição da procura dos serviços de urgência e do número de internamentos por todas as causas.

“O número de chamadas atendidas pelo SNS 24 manteve-se estável, verificando-se uma diminuição da proporção de atendimentos por síndrome gripal. No mesmo sentido, verificou-se uma estabilidade do número de acionamentos registados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica”, refere ainda o comunicado da diretora-geral.

Há duas semanas, Graça Freitas admitiu que o pico da gripe poderia já ter sido atingido.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2018
Política de privacidade e cookies
Desenvolvido por citricweb.pt