PSP quer 'Suplemento de Piquete' dia 21 de Dezembro

A ASPP/PSP  (Associação Sindical dos Profissionais da Polícia) acabou de anunciar em comunicado que teve hoje conhecimento, através de um despacho da Direção Nacional da PSP, que serão suspensos, no próximo dia 21 de Dezembro, todas as folgas e créditos horários, em virtude do protesto denominado "coletes amarelos", agendada para esse dia.

  • País
  • Publicado: 2018-12-14 18:47:52

A ASPP/PSP  (Associação Sindical dos Profissionais da Polícia) acabou de anunciar em comunicado que teve hoje conhecimento, através de um despacho da Direção Nacional da PSP, que serão suspensos, no próximo dia 21 de Dezembro, todas as folgas e créditos horários, em virtude do protesto denominado "coletes amarelos", agendada para esse dia.

Sendo certo que, tratando-se de um protesto onde a PSP terá de ter uma especial atenção em prol da segurança das pessoas e bens, mas também da garantia de que todos os cidadãos poderem exercer todos os seus direitos de manifestação, compreendemos, obviamente, o teor do despacho.

No entanto, a ASPP/PSP lamenta que o documento não mencione que a instituição PSP irá garantir os direitos dos Polícias, compensando-os pelo seu trabalho em hora de folga ou descanso.

Uma vez que Profissionais da PSP estão obrigados a cumprir um dia de trabalho no seu dia de descanso semanal obrigatório, a Associação entende que deve ser atribuído a todos os Polícias nessa condição, a reconhecida compensação, mediante a atribuição do respectivo Suplemento de Piquete.

Considera ainda que, não estando esta situação acautelada, os Profissionais da Polícia serão duplamente prejudicados, uma vez que ficarão sem folga e sem a devida compensação, ao contrário do previsto no Estatuto Profissional em vigor. Desta pretensão foi já dada nota, através de Ofício, à Direção Nacional da PSP.

PUB

PUB

PUB

PUB