Cultura

Festival Sete Sóis, Sete Luas marca a agenda cultural de Castelo Branco no verão

Diario Digital Castelo Branco/Lusa | 2018-07-12 06:07:00

O Festival Sete Sóis, Sete Luas marca a agenda cultural de Castelo Branco para o terceiro trimestre do ano, com o município local a aproveitar o verão para dinamizar culturalmente os espaços públicos da cidade.

"No verão, a nossa agenda cultural viaja com frequência até espaços públicos, ampliando dinâmicas de aproximação da atividade cultural ao cidadão. Anfiteatro da Praça Manuel Cargaleiro, Devesa, anfiteatro do Monte do Índio, Alcáçova do Castelo, Parque da Cidade, Jardim do Paço, Miradouro de S. Gens são alguns dos locais nos quais iremos promover iniciativas", explica o presidente do município de Castelo Branco, Luís Correia.

A agenda Cultura Vibra inclui a realização, em agosto, do Festival Sete Sóis, Sete Luas, que irá ter dois momentos de grande exuberância: o primeiro, com Tammorra, que traz desde a Sicília a tradição musical do sul da Itália. Uma semana depois, será a vez de Les Voix des 7Lunes, grupo constituído por músicos de geografias como Israel, Itália, Reunião, Portugal e Sudão.

O grupo musical Tammorra, formado em 1992 com a intenção de divulgar os valores da tradição popular do sul da Itália, atua no dia 04 de agosto, pelas 21:45, na alcáçova do Castelo, sendo que no dia 10 de agosto, pelas 21:45, atuam os Les Voix des 7Lunes no anfiteatro do Monte do Índio.

"A interligação com associações culturais do concelho é representada, nesta agenda, no espetáculo KIF KIF, uma coprodução da Terceira Pessoa com o teatromosca e o Théâtre de la Tête Noire e pela série Sábados Contados, na qual o município se associou à Pé de Pano, Produções Culturais", refere o autarca.

Luís Correia sublinha ainda que a valorização da produção cultural local está patente na nova proposta do grupo de teatro Tramédia, Vedetas & Vaidades, na produção, pelos Sintonizados, de mais uma edição do Festival Sintonias que decorre a 8 de setembro, a partir das 16:30, na Quinta da Fonte Nova.

Este evento apresenta um cartaz que pretende expor músicos de qualidade, que geralmente não são conhecidos pelo público.

O Sintonias irá trazer música para todas as idades e gerações de modo a agradar aos gostos de todos.

One Vision Tributo aos QUEEN, Comcordas, Sintonizados, Irmãs Cruz, SET 9, Rui Barata, Trotto Saltarello e exposições são alguns dos momentos que marcam este festival ao ar livre.

No mês de julho, as noites dedicadas ao Jazz regressam com um Festival, junto ao Museu Cargaleiro, desta vez com o Trio Lokomotiv, o Quinteto de Demian Cabaud e o Julian Lage Trio.

O Noites Azuladas no Cargaleiro - o Jazz faz amigos é uma iniciativa que, ano após ano, se vai afirmando no panorama nacional, associada a esse espaço notável, que é o museu dedicado ao Mestre Cargaleiro cujo espólio se encontra na cidade de Castelo Branco.

O festival começa na sexta-feira, pelas 21:45, com a atuação do Quinteto Demian Cabaud, seguindo-se pelas 22:45, a atuação do Trio Lokomotiv, ambos no anfiteatro do Museu Cargaleiro.

O Noites Azuladas termina no sábado, com a entrada em palco do Julian Lage Trio às 21:45, no anfiteatro do Museu Cargaleiro.

A agenda Cultura Vibra apresenta ainda um conjunto vasto de outras iniciativas como teatro, exposições fotográficas, entre outras que decorrem ao longo do terceiro trimestre do ano.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2018
Política de privacidade e cookies
Desenvolvido por citricweb.pt