"Sem Medo" novo livro de Max Lucado já nas livrarias

Cada novo dia parece trazer mais razões para termos medo…

Estamos em recessão. O desemprego aumenta sem parar. As taxas de divórcio não param de crescer. A violência nas escolas é cada vez mais perigosa. As catástrofes naturais são cada vez mais frequentes. Será que ainda sabemos viver sem medo?

  • Cultura
  • Publicado: 2010-05-08
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco

Cada novo dia parece trazer mais razões para termos medo…

Estamos em recessão. O desemprego aumenta sem parar. As taxas de divórcio não param de crescer. A violência nas escolas é cada vez mais perigosa. As catástrofes naturais são cada vez mais frequentes. Será que ainda sabemos viver sem medo?

Imagine se fosse possível viver fora da prisão do medo. Imagine que a sua reacção a cada novo acontecimento na sua vida não era sentir-se ansioso ou preocupar-se mas simplesmente… ter fé e acreditar que tudo irá correr bem? Imagine como seria a sua vida se acreditasse mais e temesse menos.

Já pensou em tudo aquilo que seria capaz de fazer – por si e por aqueles que ama?

Max Lucado, autor de diversos best-sellers internacionais sobre espiritualidade e o poder da fé, desafia-o, ao longo destas páginas, a fazer uma «purga» do medo, da insegurança e da dúvida, e a dar aquele salto de fé essencial em direcção à felicidade que merece.  

Num estilo cheio de humor e compaixão, revela uma das verdades mais essenciais do espírito humano: basta acreditar… e tudo lhe será possível.

Max Lucado tem uma paixão pela palavra, seja ela escrita ou falada. E tem a sorte de se dedicar com sucesso há mais de 25 anos a escrever e a dizer palavras memoráveis e inspiradoras.
 
É pregador na Oak Hills Church, no Texas, e autor de vários best-sellers internacionais, com mais de 65 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. É o único autor a ter sido premiado com o Christian Book of the Year Award por três vezes, e os seus livros são presença constante nas listas de best-sellers das principais publicações dos EUA.


PUB

PUB

PUB

PUB