Fundão: Projeto "Escolas do Queijo" aborda afinação do queijo

O Município do Fundão está a desenvolver, desde 2018, o projeto "Escolas do Queijo", focado num património imaterial, o queijo, e que envolve mais de 200 alunos dos estabelecimentos de ensino do concelho do Fundão.

  • Educação
  • Publicado: 2019-04-04
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O Município do Fundão está a desenvolver, desde 2018, o projeto "Escolas do Queijo", focado num património imaterial, o queijo, e que envolve mais de 200 alunos dos estabelecimentos de ensino do concelho do Fundão.

Este projeto pedagógico e territorial sobre um dos patrimónios mais emblemáticos do concelho do Fundão, o Queijo Amarelo da Beira Baixa, tem como objetivo a defesa e salvaguarda de um dos principais patrimónios gastronómicos da Beira Baixa, um bem precioso que importa preservar para a identidade e deleite de gerações futuras.

Este ano letivo, para além da feitura do queijo, o projeto "Escolas do Queijo" tem uma abordagem à Afinação do Queijo e à profissão de Afinador de Queijo. Para tal, foram convidadas a APQDCB – Associação de Produtores de Queijo do Distrito de Castelo Branco e o agrupamento gestor das D.O.P. Queijo Amarelo, Queijo Picante da Beira Baixa e Queijo de Castelo Branco.

Amanhã, dia 4 de abril, irão realizar-se duas explicações destinadas aos alunos sobre a Afinação de Queijo Beira Baixa, às 10.00h, na Escola Secundária do Fundão, e às 12.30h, na Escola EB2/3 de Silvares.

As explicações serão realizadas pelo mestre queijeiro Carlos Godinho, Presidente da APQDCB, que irá partilhar o seu conhecimento sobre técnicas de cura e de apresentação do produto.

PUB

PUB

PUB

PUB