Caminhar para o Futuro em Castelo Branco

A iniciativa CB Talks – Caminhar para o Futuro, promovida pela Câmara Municipal de Castelo Branco em parceira com o Instituto Politécnico e os agrupamentos de escolas Amato Lusitano, Nuno Álvares e José Sanches de Alcains e São Vicente da Beira decorreu no pasado dia 5 de abril.

  • Educação
  • Publicado: 2019-04-08
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A iniciativa CB Talks – Caminhar para o Futuro, promovida pela Câmara Municipal de Castelo Branco em parceira com o Instituto Politécnico e os agrupamentos de escolas Amato Lusitano, Nuno Álvares e José Sanches de Alcains e São Vicente da Beira decorreu no pasado dia 5 de abril.

A Iniciativa, destinada a alunos que se encontram a frequentar o 12º ano de escolaridade, CB Talks – Caminhar para o Futuro, pretendeu elucidar e esclarecer os jovens para a importância da decisão que irão tomar já no final do ano letivo e o impacto desta no seu futuro.

Segundo comunicado do Gabinete de Comunicação da Câmara Municipal, o auatrca Luís Correia, abriu a sessão dando as boas-vindas a todos os estudantes, referindo ainda a importância da realização de iniciativas como esta para esclarecimento de ideias e partilha de experiências.

A sessão contou com vários testemunhos na primeira pessoa, destacando-se Paulo Azevedo, ator e orador, com uma emocionante história de vida, onde “A Palavra é a Superação”.

Na sua apresentação partilhou a sua história, falou dos heróis da sua vida e referiu ainda que devemos sempre seguir os nossos sonhos porque “a batalha das nossas vidas não é contra os outros, é contra nós mesmos”, acrescentando ainda que “falha-se muitas vezes para se vencer”, mas que “não há um obstáculo que não consigamos contornar”.

A sessão contou ainda com a apresentação de vários pontos de vista, histórias e experiência profissional de representantes de setores de atividade como a saúde, engenharia, música e entretenimento.

Paula Marques, do setor da saúde, enfermeira e docente convidada da ESALD, reforçou a importância das profissões ligadas à saúde e de ser um setor com muita saída profissional. Já Arminda Guerra Lopes, do setor da engenharia, docente de informática da EST – Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco –, referiu a importância da licenciatura na promoção de conhecimento, experiência de vida e desenvolvimento de capacidades.

Do setor da música esteve presente Luís Marques, da banda Albicastrense Bandit Casino, que referiu a importância da dedicação e do empenho para alcançar o sucesso e, por fim, Fábio Pereira, do setor do entretenimento, mais conhecido por FERP e pelo seu canal de Youtube, que encorajou os jovens a perseguirem os seus sonhos, deixando claro que o difícil não é impossível.

O fim da sessão teve direito a sorteio, onde todos os jovens presentes tiveram oportunidade de participar e os três vencedores ganharam alguns prémios.

PUB

PUB

PUB

PUB