Sopas e condutos promoveram Proença-a-Nova, os seus produtos e recursos

Pelo terceiro ano consecutivo, o programa da TVI “Somos Portugal” animou um dos eventos do Município de Proença-a-Nova, este ano o Festival das Sopas e Condutos que se realizou nos dias 6 e 7 de abril no Parque Urbano Comendador João Martins, na sede de concelho.

  • Economia
  • Publicado: 2019-04-08
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Pelo terceiro ano consecutivo, o programa da TVI “Somos Portugal” animou um dos eventos do Município de Proença-a-Nova, este ano o Festival das Sopas e Condutos que se realizou nos dias 6 e 7 de abril no Parque Urbano Comendador João Martins, na sede de concelho.

Durante a tarde de domingo, milhares de pessoas, tanto em Portugal como no estrangeiro, puderam conhecer em direto a oferta disponibilizada pelas 11 associações presentes e pelos expositores da marca Proença-a-Nova Origem e artesãos.

Segundo a informação a que o DDCB teve acesso, na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, saudou a diáspora proencense “com carinho e um cumprimento muito especial” e todos os que se deslocaram ao Festival, apesar do tempo de chuva que se fez sentir durante todo o fim de semana. “Este evento traduz uma aposta que o Município tem realizado nos últimos anos para divulgar e promover um território através da gastronomia, e as associações que trouxeram as 22 sopas que pudemos provar traduzem elas próprias tradições de muitos anos que importa preservar”, afirmou o autarca.

João Lobo destacou ainda o concelho como destino turístico “Proença-a-Nova tem no turismo de natureza o seu ponto forte e evidentemente que a gastronomia entronca nessa estratégia de divulgar o concelho”. Os passeios pedestres, o paraquedismo, o paramotor, a escalada e as praias fluviais “são razões para nos visitarem durante todo o ano”, para além dos eventos. Nos dias 14, 15 e 16 de junho, a Festa do Município destacará a tigelada e o mel, alavancando outros sectores como a apicultura e a caprinocultura (a tigelada tradicional é feita com leite de cabra) que traduzem “a oportunidade que temos neste território, que é de floresta e biodiverso. Relativamente à biodiversidade não posso deixar de referir um evento que vamos ter nos dias 22 e 23 de maio, o BioDiv Summit, que vai acontecer exatamente no Dia Internacional da Biodiversidade, focando aquilo que hoje tanto nos importa que é a sustentabilidade e o que temos que fazer, todos nós individualmente, para diminuir a pegada ecológica para ternos, de facto, condições para termos a nossa casa, que é este planeta, muito melhor”.

Para além dos artesãos e produtores do concelho, no domingo decorreu em paralelo a iniciativa “Os Quintais nas Praças do Pinhal”, com organização da Associação Pinhal Maior, com a presença de expositores dos concelhos vizinhos de Oleiros, Mação, Sertã e Vila de Rei. Também durante a manhã, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Proença-a-Nova promoveu o VII Passeio Todo o Terreno, com a presença de mais de 200 participantes.

No Festival das Sopas e dos Condutos foram vendidas mais de 1.500 malgas de sopa, num valor que reverte agora para as associações presentes. A Sopa das Malhas, da Associação dos Galisteus, foi a que recolheu mais votos, seguindo-se a Sopa Lavrador, da Associação da Póvoa e a Sopa da Pedra, da Associação das Atalaias. O próximo evento gastronómico está marcado para 25 e 26 de maio: o Festival da Cereja e do Limão, em Montes da Senhora.

PUB

PUB

PUB

PUB