UBI: Licenciatura em Optometria e Ciências da Visão recebe acreditação incondicional

A licenciatura em Optometria e Ciências da Visão recebeu da A3ES - Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior acreditação incondicional. 

  • Educação
  • Publicado: 2019-07-13
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A licenciatura em Optometria e Ciências da Visão recebeu da A3ES - Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior acreditação incondicional.

Este curso de 1.º Ciclo da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (FCS-UBI) tem autorização para funcionar sem reservas até 2022.

Entre as mais-valias destacadas no relatório de acompanhamento da A3ES está o incremento da componente prática clínica, através da exposição dos alunos a contextos clínicos reais, depois da abertura e operacionalização do Centro Clínico e Experimental em Ciências da Visão (CCECV).

Outro aspeto destacado é a restruturação do ciclo de estudos, que o aproximou das vertentes pedagógicas e científicas dos padrões europeus, expressos no Diploma Europeu de Optometria da European Council of Optometry and Optics (ECOO).

De igual forma, outro fator que também contribuiu para o aumento de qualidade do curso foi a inclusão de docentes clínicos e especialistas em Optometria na área científica fundamental do ciclo de estudos.

A decisão da A3ES “vem reforçar e atribuir a chancela de qualidade ao 1º Ciclo de Optometria e Ciências da Visão “, destaca Francisco Brardo, diretor desta licenciatura, considerando ainda que esta será encarada “como mais uma janela de novas oportunidades e desafios na consolidação de processos formativos”.

Com a acreditação da Agência de Avaliação nacional do Ensino Superior, os estudantes têm ao dispor uma formação especializada e de elevada qualidade, no plano de estudos e nos equipamentos ao dispor da aprendizagem e investigação.

Isto deve-se, por um lado, à integração de conteúdos teóricos e práticos que constituem de forma integral o diploma europeu de optometria e que permite aos diplomados prestar cuidados primários de saúde visual com elevada competência, rigor e excelência em qualquer parte da Europa.

Têm também ao dispor “infraestruturas equipadas com instrumentação atualizada e específica, nomeadamente, na área dos exames complementares de diagnóstico”, lembra Francisco Brardo, que permitem o desenvolvimento de competências clínicas através do saber, em contextos estritamente reais, com envolvimento da (e na) comunidade através da prestação de serviços de cuidados primários para a saúde visual.

Aqui se inclui a clínica universitária com prestação de serviços à comunidade.

Os diplomados em Optometria pela UBI têm como saídas profissionais a vertente da investigação, não só fundamental como clínica, como resultado dos conhecimentos adquiridos no âmbito da investigação clínica na área da optometria pediátrica e geriátrica, assim como em lentes de contacto.

Podem ainda, através da prestação de cuidados primários, uma vez que a “formação direcionada para esta área o permite, estar na linha da frente na prevenção, deteção, avaliação compensação e/ou tratamento funcional de alterações visuais, assim como na deteção e referenciação de alterações do sistema visual”, conclui o diretor do Ciclo de Estudos. 

PUB

PUB

PUB

PUB