Castelo Branco: ESALD realiza Rastreio de Doença Arterial Periférica

A Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias de Castelo Branco realiza no dia 12 de dezembro um Rastreio de Doença Arterial Periférica à população albicastrense, no âmbito do programa Open Days da licenciatura em Fisiologia Clínica.

  • Educação
  • Publicado: 2019-12-03
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias de Castelo Branco realiza no dia 12 de dezembro um Rastreio de Doença Arterial Periférica à população albicastrense, no âmbito do programa Open Days da licenciatura em Fisiologia Clínica.

Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso, a Doença Arterial Periférica (DAP) atualmente atinge 3 a 10 % da população e afeta indivíduos em idade ativa, aumentando para 15 a 20% em adultos com mais de 70 anos. Estima-se que esta prevalência aumente drasticamente nos próximos 20 anos, com o aumento da esperança de vida.

Trata-se de uma doença crónica que afeta a qualidade de vida geral dos doentes, onde o principal sintoma é a claudicação intermitente e que tem muitas vezes consequências mutiladoras de ordem física. Esta doença representa um problema de saúde pública que apenas se pode combater com o rastreio e correto diagnóstico e tratamento.

A iniciativa é aberta a toda a comunidade, devendo ser efetuada marcação prévia na Clínica Pedagógica da ESALD, através do contacto telefónico 272 340 563.

PUB

PUB

PUB

PUB