Penamacor: Fundação Álvaro Carvalho apoia Formação Profissional nos Lares e Centros de Dia do Concelho

Cerca de duas dezenas de funcionários dos Centros de Dia e Lares do concelho de Penamacor participaram numa ação de formação promovida pela Fundação Álvaro Carvalho, no âmbito de uma parceria com o Município. Esta ação teve lugar na Unidade de Cuidados Continuados do Lar D. Bárbara Tavares da Silva, no dia 8 de fevereiro, durante toda a manhã e início da tarde.

  • Região
  • Publicado: 2020-02-13
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Cerca de duas dezenas de funcionários dos Centros de Dia e Lares do concelho de Penamacor participaram numa ação de formação promovida pela Fundação Álvaro Carvalho, no âmbito de uma parceria com o Município. Esta ação teve lugar na Unidade de Cuidados Continuados do Lar D. Bárbara Tavares da Silva, no dia 8 de fevereiro, durante toda a manhã e início da tarde.

Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso,a formação pretendeu aperfeiçoar os conhecimentos das profissionais que lidam diariamente com pessoas idosas, com dificuldades motoras de ordem vária e que necessitam de apoio de terceiros, permanente ou temporário, para as suas atividades da vida diária. Esta iniciativa deu particular atenção à correção da postura e ao exercício das boas práticas tendentes para que ajudantes e auxiliares de ação direta executem o seu trabalho com a técnica mais correta e adequada possível, não só para conforto de utentes e doentes, mas também de forma a prevenir os acidentes de trabalho a que estão sujeitos e que são muito frequentes nesta área profissional. Esta ação teve como formadores o corpo clínico e de reabilitação da clínica “REAFI, Centro de Medicina e de Reabilitação, Lda”, coordenada pela Diretora Clínica deste centro, Teresa Palma, e por fisioterapeutas de diversas unidades de saúde. Recorde-se que no âmbito deste protocolo, diversos munícipes penamacorenses tiveram já acesso a operações às cataratas e a consultas de dermatologia e cardiologia.

A Fundação Álvaro Carvalho (FAC) foi criada pelo médico Álvaro Eiras Carvalho, incentivado por um grupo de cidadãos preocupados com as questões sociais e culturais portuguesas, nomeadamente aos aspetos relacionados com a acessibilidade e qualidade de cuidados de saúde. Respondendo a este apelo, depois de ter decidido abandonar a sua longa carreira pública, mostrou disponibilidade para continuar a contribuir de forma ativa para o bem estar da comunidade, com os seus conhecimentos e experiência profissional. A FAC foi fundada em 2014. Recebeu o nome de Álvaro Carvalho, médico que desenvolveu a sua atividade profissional nos Hospitais Civis de Lisboa, no Hospital Distrital de Cascais, e no Hospital Garcia de Orta, onde desempenhou o seu trabalho como clínico, gestor e professor convidado da Faculdade de Medicina de Lisboa. A Fundação foi reconhecida pelo Ministro da Presidência e Assuntos Parlamentares, em despacho nº 6548/2015, de 26 de maio, publicado em DR no dia 12 de junho de 2015.

Esta formação contou com a presença do médico e fundador da FAC, Álvaro Carvalho. Na ocasião, o responsável explicou que é necessário que os funcionários de centros de dia e lares “cuidem bem de pessoas a seu cargo mas também cuidem do seu corpo”, visto que esta é uma profissão de desgaste e alertando que há carência de formação nesta área a nível nacional. “O lema é cuidar bem de nós para cuidar bem dos outros”, disse.

PUB

PUB

PUB