Castelo Branco: Robôs do Politécnico validam capacidades cognitivas de idosos

Uma equipa de investigadores do Politécnico de Castelo Branco realizou, durante o mês de março, quatro sessões no Lar Adriano Godinho da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco, para validação de um jogo para treino das capacidades cognitivas de idosos, que inclui a utilização de um robô.

  • Educação
  • Publicado: 2019-04-01
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Uma equipa de investigadores do Politécnico de Castelo Branco realizou, durante o mês de março, quatro sessões no Lar Adriano Godinho da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco, para validação de um jogo para treino das capacidades cognitivas de idosos, que inclui a utilização de um robô.

Segundo informação a que o DDCB teve acesso,  a atividade, que contou com a participação de 28 idosos, foi desenvolvida no âmbito do Projeto EuroAGE - Iniciativas inovadoras para a promoção do envelhecimento ativo na Região EUROACE (www.euroage.eu).

O jogo pretende treinar as capacidades cognitivas dos idosos e tem vários níveis de dificuldade, onde se detetam formas e cores para colocar em locais pré-definidos de uma arena. O sistema interage automaticamente com o idoso, calculando o seu nível de desempenho através da análise, por visão artificial, dos locais onde este coloca os objetos na arena. No último nível, os idosos interagem com os objetos de várias formas e cores através de um robô, que é por eles controlado utilizando um tablet. Neste último nível, o objetivo é empurrar com o robô os objetos colocados na arena, para fora desta.

Todos os dispositivos foram desenvolvidos pela equipa do Laboratório de Robótica do IPCB, constituída pelo docente Paulo J. Sequeira Gonçalves, e pelos bolseiros de investigação Bernardo Lourenço e Samuel Santos.

A validação do jogo em termos do desenvolvimento cognitivo, social e motor do idoso, antes e durante as experiências, foi monitorizada por Simão Silva, atualmente aluno do mestrado em Gerontologia Social da ESECB - ESALD, e bolseiro do projeto, com supervisão dos docentes do IPCB Cristina Pereira, Maria João Moreira e Vítor Pinheira.

O projeto EuroAGE (Iniciativas inovadoras para a promoção do envelhecimento ativo na Região EUROACE) tem como objetivo promover o envelhecimento ativo através da atividade física, cognitiva e emocional, com o intuito de melhorar a qualidade de vida e aumentar a esperança de vida saudável, tendo por base o conhecimento científico e técnico de ambos os países. São parceiros do projeto o Centro de Cirurgía de Mínima Invasión Jesús Usón de Cáceres, o Politécnico da Guarda, o ISR da Universidade de Coimbra, o Cluster Sociosanitario de Extremadura-Cáceres e o ROBOLAB da Universidade de Extremadura.

O projeto EuroAGE é cofinanciado a 75% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

 

PUB

PUB

PUB

PUB