Castelo Branco: PSD acusa PS de nada fazer pela construção da Barragem do Alvito

A Distrital do PSD de Castelo Branco acusa, em comunicado, a Distrital do PS de não “levantar a voz depois das promessas eleitorais de António Costa na campanha para as Eleições Legislativas em 2015 em retomar “a execução do Aproveitamento Hidroagrícola do Alvito”, mas o governo cancelou a obra.

  • Economia
  • Publicado: 2019-04-22
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A Distrital do PSD de Castelo Branco acusa, em comunicado, a Distrital do PS de não “levantar a voz depois das promessas eleitorais de António Costa na campanha para as Eleições Legislativas em 2015 em retomar “a execução do Aproveitamento Hidroagrícola do Alvito”, mas o governo cancelou a obra.

Segundo o texto a que o DDCB teve acesso, o PSD afirma que os socialistas conformaram-se com esta decisão, e após diversas intervenções na Assembleia da República (AR) em defesa deste projeto, numa iniciativa dos deputados do PSD eleitos pelo círculo eleitoral de Castelo Branco. Foi apresentado em 2017 um Projeto de Resolução recomendando ao Governo que fosse feito um estudo de viabilidade da Barragem do Alvito, como aproveitamento de fins múltiplos, incluindo a hipótese da sua edificação na respetiva cota máxima.

O PSD queria ver avaliado o seu potencial como reserva estratégica nacional de água que complementasse a regularização do caudal do Rio Tejo, para rega, na atividade agrícola nos distritos de Castelo Branco, Portalegre e Santarém, acesso à água para combate aos incêndios florestais, para abastecimento urbano, fins turísticos, nomeadamente para o turismo de natureza e aventura, apreciado o potencial de promoção da atividade agrícola, da aquicultura e da criação de novas empresas em todos os setores da atividade, entre muitos outros.

Os laranjas denunciam, ainda, que durante todo este tempo o PS, mesmo ao nível das suas estruturas distritais, sempre alternou entre o desinteresse e a oposição à construção da barragem do Alvito, de tal modo que, quando a iniciativa PSD foi aprovada na Assembleia da República (AR), porque lhes faltou coragem mas nunca a quiseram ver aprovada, o PS optou pela abstenção.

Depois de ter ignorado esta resolução da AR durante muitos meses, o governo veio anunciar agora, pela voz do ministro do Ambiente, que o PS tinha voltado a estar outra vez disponível para construir a barragem do Alvito com o objetivo de controlar os caudais do rio Tejo.

PUB

PUB

PUB

PUB