Beira Baixa promove contato comercial entre agentes

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) promove a região e os contactos comerciais junto dos operadores turísticos espanhóis e portugueses, nos próximos dias 8 e 9 de novembro. Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso, esta ação compreende momentos de apresentação e visita ao território e reuniões comerciais entre os operadores privados do território e os “buyers” nacionais e espanhóis, com vista ao fomento de parecerias transfronteiriças capazes de fortalecer e potenciar a Beira Baixa enquanto destino turístico.

  • Economia
  • Publicado: 2019-11-04
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) promove a região e os contactos comerciais junto dos operadores turísticos espanhóis e portugueses, nos próximos dias 8 e 9 de novembro. Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso, esta ação compreende momentos de apresentação e visita ao território e reuniões comerciais entre os operadores privados do território e os “buyers” nacionais e espanhóis, com vista ao fomento de parecerias transfronteiriças capazes de fortalecer e potenciar a Beira Baixa enquanto destino turístico.

Para saber do que se fala é necessário experimentar. E, é por isso, que estes encontros comerciais são da maior importância. A iniciativa começa em Penamacor, no dia 8, no período da tarde com uma apresentação da região realizada pela CIMBB. Seguem-se as reuniões entre os agentes privados e os hostedbuyers ibéricos. Sabendo que os hostedbuyers provindos de Portugal e Espanha procuram novas ofertas para integrar nos seus pacotes turísticos e que os agentes privados procuram novos canais de venda dos seus serviços, a CIMBB propõe que cada hostedbuyer reúna, individualmente, com 8 a 10 agentes privados do território, durante 15 minutos cada um. Quase um “speed date” que serve para auferir das qualidades e vantagens que terão que partilhar com os vários turistas que queremos receber no futuro.

A Beira Baixa convida a uma experiência de 3 dias, uma “escapadinha” que leva as famílias a uma tríade de vivências, do turismo de natureza, ao turismo gastronómico, passando pelo turismo cultural. Está cá tudo. É necessário que os portugueses e espanhóis saibam disso, façam as malas e nos visitem.

Basta um “short-break” de 3 dias para poder viver a Beira Baixa e sentir o pulsar do coração da Península Ibérica.

 

PUB

PUB

PUB

PUB