ITSector investe 3 milhões de euros no mercado digital em Castelo Branco

A ITSector, tecnológica especializada no desenvolvimento de projetos para a transformação digital, inaugurou hoje o sexto centro de desenvolvimento de ‘software' em Portugal, localizado em Castelo Branco, que representa um investimento de três milhões de euros.

  • Economia
  • Publicado: 2019-11-06
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco com Lusa

A ITSector, tecnológica especializada no desenvolvimento de projetos para a transformação digital, inaugurou hoje o sexto centro de desenvolvimento de ‘software' em Portugal, localizado em Castelo Branco, que representa um investimento de três milhões de euros.

O sexto Centro de Desenvolvimento de ‘Software' da empresa em território nacional fica localizado no Centro de Empresas Inovadoras de Castelo Branco (CEI) e vai arrancar com 17 trabalhadores, com a ambição de atingir os 50 no final de 2020.

"Iniciámos hoje a atividade em Castelo Branco, temos várias oportunidades de emprego a decorrer, pois queremos rapidamente chegar aos 17 colaboradores ainda em 2019. Procuramos formar uma equipa especialista em tecnologia de ponta, com grande enfoque no setor financeiro, em inteligência artificial e 5G. A perspetiva de crescimento do número de colaboradores em Castelo Branco vai continuar no próximo ano e é nosso objetivo atingir os 50 até final de 2020", explicou Renato Oliveira, presidente do Grupo ITSector.

Fundada em 2005, na cidade do Porto, onde tem a sua sede, a ITSector é uma empresa com capital cem por cento português, sendo que o grupo, que inclui mais cinco empresas, conta atualmente com mais de 700 trabalhadores.

Em Portugal, além da presença no Porto e em Lisboa, está ainda presente em Braga, Aveiro, Bragança e, a partir de agora, em Castelo Branco.

Em 2019, o Grupo ITSector teve um volume de negócios superior a 34 milhões de euros.

Na cerimónia de inauguração do novo centro, o presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco, António Fernandes, deixou expressa a vontade de colaborar e responder aos desafios da empresa.

Este responsável adiantou ainda que atualmente a instituição tem 563 estudantes na área da informática e sublinhou que esta é uma área estratégica para o politécnico, que se encontra num processo de reestruturação organizacional de forma a ajustar-se aos novos desafios que se colocam.

Já o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, realçou a importância da presença da empresa na cidade.

"Trata-se de um momento muito importante e com grande significado para nós, sobretudo por aquilo que tem sido o nosso trabalho de captação de novas empresas para Castelo Branco", disse.

O autarca sublinhou ainda que atualmente Castelo Branco é uma cidade moderna, com qualidade de vida e que oferece aos seus habitantes tudo aquilo que um grande centro urbano possui.

"Hoje somos uma cidade moderna, com muita cultura, espaços verdes e qualidade de vida. Isto também é importante para a tomada de decisão das empresas em se instalarem em Castelo Branco", frisou.

Luís Correia sublinhou ainda a aposta que o município tem feito na área das novas tecnologias e do empreendedorismo, desde logo com a criação do CEI, bem como de outras infraestruturas ligadas à área da inovação e das novas tecnologias, além de outras áreas.

PUB

PUB

PUB

PUB