AECBP apela ao cumprimento “rigoroso” das medidas de prevenção do Covid-19

No âmbito da atual situação excecional provocada pela pandemia Covid-19, a AECBP auscultou empresas associadas e teve conhecimento de que há já vários estabelecimentos comerciais encerrados e outros a laborar com horários de funcionamento reduzidos.

  • Economia
  • Publicado: 2020-03-18
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Os empresários salientaram que estão a seguir as medidas de prevenção de contágio do COVID-19 e as medidas decretadas pelo Governo, mostrando-se preocupados com a nova realidade pandémica e revelando muita apreensão pelo que pode vir a acontecer num futuro próximo, com as suas empresas e com a economia nacional.

O Presidente da AECBP, Henrique Gigante, declara ao Diário Digital que “é importante que as empresas acatem com rigor as medidas e orientações do Governo e da Direção-Geral da Saúde”. Por outro lado, Henrique Gigante refere que “a Associação vê com bons olhos todos aqueles que tomem medidas de prevenção voluntárias nomeadamente o fecho de estabelecimentos. Temos noção dos enormes impactos financeiros, mas neste momento o objetivo principal é protegermos as pessoas”.

Relativamente às medidas de apoio às empresas decretadas pelo Governo, a maioria dos empresários revela ainda algum desconhecimento sobre a matéria. Os que estão a par, sobretudo através da AECBP e dos seus contabilistas, consideram que os apoios são insuficientes e pouco eficazes, nomeadamente as referentes à área fiscal.

“Esta é uma situação em constante atualização, que acompanharemos com muita atenção, com o objetivo de continuar a apoiar os nossos associados”, sublinha o Presidente da AECBP.

Henrique Gigante deixa ainda, apesar de todas as contingências, perdas e danos económicos para os empresários da região, uma mensagem de conforto e de esforço nesta altura de combate à pandemia. “É tempo de protegermos as pessoas, chegará o tempo de fazermos contas. Depois de ultrapassada a crise pandémica, outras medidas terão naturalmente de ser lançadas com vista à recuperação económico-financeira do nosso território”, acrescenta Henrique Gigante.

A AECBP está a laborar, desde o dia 16 de março, em regime de teletrabalho, por tempo indeterminado e até que hajam novas orientações do Governo para a retoma regular do funcionamento dos serviços públicos e privados.

Os associados e empresários podem continuar a contactar a Associação, através dos telefones +351 966 830 454 | +351 968 578 933 ou do email geral@aecbp.pt

 

PUB

PUB

PUB