Mulheres Socialistas juntam-se a manifestações do Dia Internacional da Mulher

As Mulheres Socialistas vão juntar-se às manifestações convocadas para 13 cidades portuguesas na próxima 6ª-feira, dia 08 de março, data que assinala o Dia Internacional da Mulher, e apelaram à mobilização contra a violência e a desigualdade.

  • País
  • Publicado: 2019-03-05
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

As Mulheres Socialistas vão juntar-se às manifestações convocadas para 13 cidades portuguesas na próxima 6ª-feira, dia 08 de março, data que assinala o Dia Internacional da Mulher, e apelaram à mobilização contra a violência e a desigualdade.

O grupo do Partido Socialista defende, num comunicado, que “se estabeleça um compromisso de todos e de todas com uma sociedade livre de discriminações e de violências de género” e saúda a manifestação convocada pela Rede 8 de Março que tem como base o Manifesto Greve Feminista Internacional.

O manifesto apela às “mulheres em todo o mundo” que se levantem em defesa dos seus direitos e se mobilizem contra a violência, a desigualdade e os preconceitos, convocando para sexta-feira “greve ao trabalho assalariado, ao trabalho doméstico e à prestação de cuidados, ao consumo de bens e serviços e greve estudantil”.

“E porque, como diz o manifesto, ‘juntas somos mais fortes’, em 08 de março celebramos a união entre as mulheres e mobilizamo-nos em sua defesa”, escrevem as Mulheres Socialistas (MS-ID) no comunicado, pedindo “presença massiva” nas manifestações convocadas para Albufeira, Aveiro, Braga, Coimbra, Lisboa, Porto, Ponta Delgada (São Miguel), Viseu, Amarante, Vila Real, Évora, Fundão e Covilhã.

PUB

PUB

PUB

PUB