Manuela Santos lança obra de provérbios apoiada pela Câmara de Idanha-a-Nova

Maria Manuela dos Santos lançou no passado dia 20 de abril “A Primavera do Outono”, uma obra que reúne centenas de expressões, ditos populares e provérbios recolhidos pela autora, numa edição da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

  • Cultura
  • Publicado: 2019-04-23
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Manuela Santos lança obra de provérbios apoiada pela Câmara de Idanha-a-Nova

Maria Manuela dos Santos lançou no passado dia 20 de abril “A Primavera do Outono”, uma obra que reúne centenas de expressões, ditos populares e provérbios recolhidos pela autora, numa edição da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

Segundo o comunicado a que o DDCB teve acesso, a apresentação do livro decorreu na Casa do Povo de Oledo, aldeia de onde a autora é natural, com a presença do vereador da Câmara de Idanha-a-Nova, João Carlos Sousa.

Lê-se no comunicado que o autarca saudou a excelente moldura humana que testemunhou o lançamento da obra e considerou ser “com muita honra e satisfação que a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova se associa a estas iniciativas de cariz cultural e popular. A obra de Manuela Santos, em particular, é um notável trabalho de recolha dos nossos provérbios e tradições por uma pessoa natural de Oledo, que fez um trabalho que nos enche de orgulho”.

Nesta sessão, João Carlos Sousa realçou que a autarquia “desenvolve uma política de recolha e valorização das nossas tradições e contará a apoiar os autores que colaboram nesse esforço coletivo”, lembrando o patrocínio regular de obras com manifeste interesse para o concelho.

“A Primavera do Outono” é uma obra síntese de conhecimento de base popular, muitas vezes de transmissão oral, que ilustra bem a riqueza do património imaterial desta região e, em especial, da aldeia de Oledo que tem em Manuela Santos dos seus primeiros autores publicados.

O facto foi destacado na apresentação do livro pelo presidente da Junta de Freguesia de Oledo, Joaquim Laranjo, seguindo-se o relato da autora sobre o seu trabalho de recolha e edição, no qual contou com a colaboração de amigos e familiares. Fica o convite para que os mais idosos transmitam aos mais novos o que aprenderam e viveram e que, por seu lado, os mais novos não desperdicem essa riqueza.

O livro tem uma organização temática e inclui 662 provérbios, 328 ditos populares, 131 expressões do linguajar regional, 42 provérbios bíblicos e 24 quadras, com composição gráfica e ilustrações de Duarte Torre do Valle.

PUB

PUB

PUB

PUB