Rodão: Casa de Artes encheu para ouvir Tito Paris

Foi com uma sala quase esgotada que Tito Paris subiu ao palco da Casa de Artes e Cultura do Tejo, em Vila Velha de Ródão, no passado dia 25 de maio, para um concerto de comemoração do 13.º aniversário daquele equipamento cultural.

  • Cultura
  • Publicado: 2019-06-01
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Foi com uma sala quase esgotada que Tito Paris subiu ao palco da Casa de Artes e Cultura do Tejo, em Vila Velha de Ródão, no passado dia 25 de maio, para um concerto de comemoração do 13.º aniversário daquele equipamento cultural.

Acompanhado da sua extraordinária banda, o cantor cabo-verdiano fez as delícias do público e recordou alguns dos principais êxitos de uma carreira com mais de 30 anos. Conhecido pela voz rouca e uma obra multicultural, Tito Paris não só trouxe até Ródão as mornas e as coladeiras que o tornaram célebre, como apresentou o último álbum de originais, Mi É Bom, lançado em 2017.

Após o concerto, foi tempo de cantar os parabéns à Casa de Artes e Cultura do Tejo, um equipamento que, ao longo dos seus 13 de anos de atividade, tem primado por manter uma programação diversificada e dinâmica, conciliando diferentes valências que se encontram ao serviço do movimento associativo e da população.

Do cinema ao teatro, passando pela dança e espetáculos de diversos géneros musicais, sem esquecer as exposições sobre temáticas variadas, tem sido uma preocupação da autarquia garantir uma programação que abrace diferentes públicos e tenha como fator comum a qualidade da oferta cultural.

PUB

PUB

PUB

PUB