Aberto concurso para mais 25 Vigilantes da Natureza

O Governo abriu concurso para mais 25 Vigilantes da Natureza, que vão trabalhar em 14 zonas do continente, segundo um aviso publicado em Diário da República.

  • País
  • Publicado: 2019-09-17
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco/Lusa

O Governo abriu concurso para mais 25 Vigilantes da Natureza, que vão trabalhar em 14 zonas do continente, segundo um aviso publicado em Diário da República.

O aviso, com um prazo de 10 dias, foi publicado ao final do dia de segunda-feira e decorre de um despacho do presidente do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas.

Segundo o aviso, os futuros Vigilantes da Natureza vão atuar em Arzila, Castelo Branco (três); Manteigas, Seia (dois) e São Jacinto, Aveiro, no âmbito da Direção Regional da Conservação da Natureza e das Florestas do Centro.

Na área da Direção Regional da Conservação da Natureza e das Florestas de Lisboa e Vale do Tejo, será colocado um vigilante em Sintra e outro na Costa da Caparica.

Na área do Alentejo serão colocados seis vigilantes, um em Mértola, outro em Ponte de Sor e quatro em Santo André e, na área do Algarve, em Odemira vão ser colocados dois vigilantes, em Lagos outros dois, em Olhão quatro e em Castro Marim um.

Os Vigilantes da Natureza “asseguram, nas respetivas áreas de atuação do serviço, funções de vigilância, fiscalização e monitorização relativas ao ambiente e recursos naturais, nomeadamente no âmbito do domínio hídrico, do património natural e da conservação da natureza”, refere o aviso.

Atualmente são cerca de 200 os postos de Vigilante da Natureza, metade deles criados na atual legislatura.

PUB

PUB

PUB

PUB