Proença-a-Nova: Consumo de produtos da época e do território em destaque na 10ª Oficina Bioaromas

Com o tema “Plantas Aromáticas e Medicinais da Época e do Território”, a 10ª Oficina do Projeto Bioaromas irá sensibilizar a população para o consumo de produtos que se colhem nesta altura do ano na região, realizando-se no dia 18 de outubro, no Centro Ciência Viva da Floresta, a partir das 17h00.

  • Região
  • Publicado: 2019-10-11
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Com o tema “Plantas Aromáticas e Medicinais da Época e do Território”, a 10ª Oficina do Projeto Bioaromas irá sensibilizar a população para o consumo de produtos que se colhem nesta altura do ano na região, realizando-se no dia 18 de outubro, no Centro Ciência Viva da Floresta, a partir das 17h00.

Segundo a informação a que o Diário Digital teve acesso, o tema escolhido está em linha com a comemoração do Dia Mundial da Alimentação, promovido anualmente pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e para a Agricultura), que este ano apela para a promoção de uma alimentação saudável, sustentável, disponível e acessível a todos.

À semelhança das edições anterior, o Chef Rui Lopes conduzirá os participantes numa viagem pelos sabores e irá explorar as plantas aromáticas e medicinais (PAM) que crescem espontaneamente no nosso território, numa ligação estreita com a floresta. Muitas vezes desvalorizadas, as PAM dão sabor especial aos pratos, ao mesmo tempo que contribuem para uma alimentação mais saudável. 

As inscrições para esta oficina estão a decorrer em https://www.ccvfloresta.com/ e estão limitadas a 30 participantes. 

PUB

PUB

PUB

PUB