Gastronomia tradicional é tema de Prémio em Proença-a-Nova

O Palato - Gastronomia Tradicional do Concelho de Proença-a-Nova é o tema escolhido para os trabalhos a apresentar pelos participantes da 3º edição do Prémio Literário Pedro da Fonseca que decorrerá em 2020 e foi aprovado em reunião de Câmara realizada a 4 de novembro, precisamente no dia em que se assinalou 420 anos da morte de Pedro da Fonseca.

  • Região
  • Publicado: 2019-11-08
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O Palato - Gastronomia Tradicional do Concelho de Proença-a-Nova é o tema escolhido para os trabalhos a apresentar pelos participantes da 3º edição do Prémio Literário Pedro da Fonseca que decorrerá em 2020 e foi aprovado em reunião de Câmara realizada a 4 de novembro, precisamente no dia em que se assinalou 420 anos da morte de Pedro da Fonseca.

Segundo informação a que o Diário Digital teve acesso, a temática da terceira edição do Prémio Literário Pedro da Fonseca engloba as tradições e pratos típicos como a tigelada, o plangaio, o maranho, o pão e broa em forno de lenha, os que resultem da matança do porco, o afogado da boda, o cabrito assado, o bolo finto, as broas de mel, a salada de almeirão, as filhós, o queijo de cabra ou outros que derivem dos recursos do território e que nele sejam tradição. Esta escolha, à semelhança dos anteriores, tem como objetivo valorizar o património material e imaterial do concelho, neste caso concreto, a cultura gastronómica, reforçando a aposta que o Município tem feito através dos festivais gastronómicos do seu calendário anual (sendo exemplo a Adega Típica, Sopas e Condutos, Cereja e Limão, Tigelada e Mel, Plangaio e Maranho e Mercado dos Sabores de Natal), ou da participação em iniciativas como o concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal em que a tigelada ficou entre os 28 finalistas a nível nacional.

Para os interessados em concorrer na edição do próximo ano, recordamos que o prazo para a entrega dos trabalhos acontece entre o primeiro dia útil de janeiro até ao último dia útil de fevereiro e está aberto a todos os cidadãos, desde que redigidos em Língua Portuguesa. O regulamento está disponível aqui.

A 7 de dezembro, pelas 17 horas, na Casa das Associações, é apresentado o livro resultante da segunda edição que decorreu em 2018, cujo tema foi o ritual das Janeiras e a da Encomendação das Almas, e será aberta a quem quiser assistir.

PUB

PUB

PUB

PUB