Covid-19: ULS de Castelo Branco atenta à evolução das necessidades futuras

No sentido de preparar a fase de pico do surto de Covid-19, a Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco teve que intervir rapidamente, adequar os seus serviços para reorganizar o trabalho já desenvolvido para dar resposta eficaz na preparação das equipas de funcionários e dar resposta às solicitações de testes que se vão verificar.

  • Região
  • Publicado: 2020-03-26
  • Autor: José António Baleiras

Segundo a médica patologista da Comissão Covid da ULS, Sandra Paulo, o novo equipamento de Testes já está encomendado com chegada prevista para meados deste mês de abril e estará a funcionar em pleno, capaz de dar resposta em 45 minutos, colocando o Hospital numa posição pioneira nesta matéria.

A aquisição de testes moleculares rápidos recentemente desenvolvidos para a plataforma GeneXpert IV baseados em técnicas de amplificação de ácidos nucleicos para pesquisa de SARS-CoV2, que cumprem as orientações atuais para o diagnóstico precoce”, sendo que “os sistemas GeneXpert são equipamentos de PCR em tempo real totalmente automatizados, que integram todos os passos, da extração à deteção na mesma plataforma, permitindo o diagnóstico diferencial rápido”.

Neste momento a ULS envia os diagnósticos para o Hospital Sousa Martins, hospital de referência pertencente à Rede Nacional de Laboratórios Hospitalares e que os seus diagnósticos ainda dão resposta às solicitações da Unidade. No entanto a pensar nas solicitações futuras a ULS procurou uma metodologia que seguisse a mesma indicação e aquilo que é preconizado pelas normas da Direção-Geral de Saúde encontrar um equipamento que permitisse implementar a mesma técnica para se poder ultrapassar a capacidade de resposta que a ULS tem neste momento.

 

 

PUB

PUB

PUB