Observador acusa Hortense Martins de influência na estadia de deputados no hotel da deputada e do pai

A Assembleia da República adjudicou a estadia dos deputados da Comissão de Ambiente em Castelo Branco a um hotel que tem como proprietária a deputada do PS Hortense Martins, adianta hoje o jornal online o Observador.

  • País
  • Publicado: 2019-04-12
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

A Assembleia da República adjudicou a estadia dos deputados da Comissão de Ambiente em Castelo Branco a um hotel que tem como proprietária a deputada do PS Hortense Martins, adianta hoje o jornal online o Observador.

A comissão fez uma visita de trabalho ao Rio Tejo nos dias 1 e 2 de abril — que Hortense Martins acompanhou em parte por ser eleita naquele distrito — e os deputados acabaram por dormir no hotel da deputada na véspera (noite de 31 de março) para que pudessem estar a horas no primeiro ponto do programa: uma reunião às 8h30, na segunda-feira, cujo anfitrião era o presidente da câmara municipal de Castelo Branco, e marido da deputada, Luís Correia. "Hortense Martins diz ao Observador que desconhecia que os colegas iam ficar no hotel, detido por uma empresa onde é sócia do pai". Refere o jornalista Rui Nuno Antunes. 

O gabinete do secretário-geral do Parlamento justifica a escolha, em resposta ao Observador, alegando que a Assembleia da República “escolheu o hotel mais barato” após lhe terem sido apresentadas duas hipóteses pela agência de viagens que trabalha com o Parlamento. O mesmo gabinete não respondeu à questão sobre a razão de não ter evitado um hotel que tem como uma das proprietárias uma deputada.

PUB

PUB

PUB

PUB