Beira Baixa em 1º lugar na candidatura ao Fundo Ambiental

No âmbito da Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020), através do Programa de Ação para Adaptação às Alterações Climáticas (P-3AC) do Fundo Ambiental, a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) submeteu a concurso, no passado mês de setembro, a operação “Beira Baixa 3AC”.

  • Região
  • Publicado: 2020-01-14
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

No âmbito da Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020), através do Programa de Ação para Adaptação às Alterações Climáticas (P-3AC) do Fundo Ambiental, a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) submeteu a concurso, no passado mês de setembro, a operação “Beira Baixa 3AC”.

Segundo a informação a que o Diário Digital teve acesso, do conjunto das 66 candidaturas submetidas de várias entidades públicas ao Fundo ambiental (para uma dotação global de 1 milhão de euros) apenas 6 candidaturas foram aprovadas.

A CIMBB viu aprovada a sua candidatura, em primeiro lugar, com a dotação máxima prevista no aviso do Fundo Ambiental (cerca de 200 mil euros).  

O Projeto da CIMBB contempla medidas físicas de adaptação às alterações climáticas com impacto direto no território da Beira Baixa. Focaliza-se numa área vital para a região - os Recursos Hídricos - em função da importância que assumem nos esforços de redução das vulnerabilidades do território e aumento da capacidade adaptativa, bem como do seu papel para a competitividade e sustentabilidade regional. 

O Projeto propõe-se a proceder à limpeza seletiva do interior do leito de 6 linhas de água e suas margens na Região da Beira Baixa, assim como prevê a recuperação biofísica e integração paisagística de galerias ripícolas. Estas intervenções permitirão não só reduzir a vulnerabilidade aos impactos das alterações climáticas como, simultaneamente, incrementar a capacidade adaptativa do território. 

Para a CIMBB este projeto é um primeiro passo e não um fim em si mesmo. Pretende-se que abra portas para intervenções complementares no futuro, com capacidade para exponenciar os seus resultados, promovidas quer pela CIMBB, quer pelos Municípios que a integram.

PUB

PUB

PUB