Mundial de Orientação de Precisão em Idanha-a-Nova com 164 atletas de 25 países

O Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão (WTOC'19), uma vertente inclusiva da Orientação, decorre de 23 a 29 de junho em Idanha-a-Nova, com a participação de 25 países e um total de 164 atletas.

  • Desporto
  • Publicado: 2019-06-24
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

O Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão (WTOC'19), uma vertente inclusiva da Orientação, decorre de 23 a 29 de junho em Idanha-a-Nova, com a participação de 25 países e um total de 164 atletas.

A modalidade distingue-se por meter em plano de igualdade atletas com mobilidade normal e com mobilidade reduzida, em provas que priorizam a destreza cognitiva em detrimento da capacidade de locomoção.

A organização está a cargo da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e da Federação Portuguesa de Orientação, com o alto patrocínio da Federação Internacional de Orientação que atribuiu este evento de topo a Portugal e a Idanha-a-Nova.

Na cerimónia de abertura, Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, deu as boas-vindas a todos os participantes. O autarca desejou que o Mundial de Orientação de Precisão seja uma grande celebração do desporto, enquanto atividade abrangente e inclusiva, mas também de afirmação de Idanha como destino internacional de desporto na natureza.

Nesse sentido, Armindo Jacinto apresentou as principais distinções do território de Idanha-a-Nova, que detém três selos da UNESCO que os atletas vão poder descobrir e apreciar durante a semana.

Na abertura do evento também o presidente da Federação Portuguesa de Orientação, António Amador, mostrou-se convicto de que esta será uma grande competição.

Portugal, Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Alemanha, Japão, Espanha, Brasil, Dinamarca, Hong Kong, Itália, Suécia ou Croácia são alguns dos países que trouxeram a Idanha-a-Nova os seus principais atletas.

As provas decorrem na zona de Monsanto, por terrenos que já valeram a esta aldeia histórica o prémio de Melhor Percurso Mundial de Orientação, devido à sua qualidade técnica e beleza paisagística.

O Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão (WTOC'19) é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do Programa Interreg V-A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020. As opiniões são da exclusiva responsabilidade dos respetivos autores.

PUB

PUB

PUB

PUB