Concelho da Sertã recebeu Rali Histórico

Mais de 40 equipas participaram na sétima edição do rali histórico Vila da Sertã. A prova marcou o arranque do Campeonato de Portugal de Regularidade Histórica 2019, sendo constituída por 15 provas especiais ao longo de cerca de 270 km de extensão.

  • Desporto
  • Publicado: 2019-04-15
  • Autor: Diário Digital Castelo Branco

Mais de 40 equipas participaram na sétima edição do rali histórico Vila da Sertã. A prova marcou o arranque do Campeonato de Portugal de Regularidade Histórica 2019, sendo constituída por 15 provas especiais ao longo de cerca de 270 km de extensão.

No briefing que antecedeu o início do Rali, Paulo Luís, Coordenador do Desporto da CMS, deu as boas-vindas aos pilotos, agradeceu o empenho do Lusitânia Automóvel Clube e elogiou a escolha do traçado do rali “que permite ver as mais belas paisagens da Sertã”.

Destaque para os momentos de puro espectáculo das provas especiais realizadas em Cernache do Bonjardim, junto ao Campo de Ténis, e na Sertã, na avenida contígua ao terminal rodoviário. João Paulo Martinho e Tiago Caio foram os vencedores do Rali, ao volante do Ford Escort XR3 de 1981. David Matos e Pedro Meixedo classificaram-se em segundo lugar no Peugeot 205 GTI, de 1989, e o terceiro lugar foi arrecadado pela dupla Paulo Tavares Marques e António Caldeira aos comandos do BMW E21 323i de 1981.

A chuva veio dificultar e complicar a vida aos concorrentes, embora os incidentes ocorridos não tenham tido consequências de maior. António Simões, Adjunto do Presidente da Câmara Municipal da Sertã, na cerimónia de entrega de prémios referiu que “apesar de a chuva ser um factor dissuasor, o rali atingiu os seus objectivos de proporcionar espectáculo e divulgar o Concelho da Sertã, conquistando um lugar cada vez mais sólido nos panoramas turístico e desportivo a nível nacional”.

António Carlos Ramos, do Lusitânia Automóvel Clube sublinhou a satisfação dos concorrentes, referindo que “o aumento de inscrições de equipas espanholas vem atestar a qualidade e o interesse da prova”.

PUB

PUB

PUB

PUB